7.2 Mais contatos

Lauro Donnati estava extremamente satisfeito com a reação que tinha despoletado. A maioria dos seus seguidores havia contribuído ativamente para a modificação dos panfletos. A única nota digna de permanecer era a tonalidade de verde escolhida por Francesca. Para além disso, optaram por desenvolver um outro cartaz, maior e arrojado, com uma mensagem bastante agressiva, que mais do que uma frase ecológica poderia ser vista como uma critica feroz às atitudes vigentes.

Após se certificar que a sua ala aprovava em uníssono o trabalho desenvolvido, Lauro enviou a versão final para Giovanni.

::::::::::§::::::::::

Fabrizio estava à procura do número de telefone do amigo para saber novidades quando se apercebeu da chegada do e-mail de Donnati. Parou, abriu a mensagem e ficou atónito a olhar para o material recebido, mais concretamente para o enorme cartaz enviado como último documento.

Agarrou de novo no seu telefone móvel e ligou para Giovanni.

  • Giovanni?
  • Fabrizio, quanta rapidez!
  • Nada disso… já viste a mensagem que acabámos de receber de Lauro?
  • Não, não vi.
  • Então abre.
  • Só um minuto – pediu Giovanni Onetto.

Dirigiu-se à mesa do computador e acedeu ao e-mail. Localizou a mensagem de Donnati, abriu-a e verificou o trabalho recebido.

  • Fabrizio, alô?
  • Sim… – respondeu Fabrizio.
  • Já vi. Este tipo está parvo!
  • Referes-te ao cartaz, suponho.
  • Claro! Isto não pode passar!!!
  • Concordo. Ele é louco! Isso só nos trará problemas.
  • Louco, sim. Atrasou toda a campanha para acabar por enviar um trabalho que embora diferente não traz qualquer melhoria significativa no approaching que desejamos fazer. Este cartaz é uma autêntica armadilha!
  • O que tencionas fazer?
  • Enviar para todos e sondar reações. Só depois irei dizer alguma coisa. Mais um dia também não irá fazer grande diferença.
  • Envia para mim e eu farei os meus comentários. Queres que entre em contato com alguém?
  • Não, não. Esta situação vai auxiliar-nos no conhecimento da posição exata de todos os membros do Movimento.
  • Compreendo. Agora tenho de ir.
  • Fabrizio, obrigado.
  • Ora… Até amanhã.
  • Até amanhã. Ficas pela cidade este fim de semana?
  • Sim, sim.
  • Óptimo. Então se precisar ligo-te.
  • À vontade. Xau!
  • Xau!

Giovanni Onetto permaneceu imóvel na sua cadeira preferida durante alguns segundos. Em seguida reenviou o e-mail de Donnati para todos os associados, apenas com um nota posterior para Francesca indicando: – Preciso comentar este assunto contigo.

Abriu um outro documento para verificar se a lista de membros estava atualizada; assumiu que sim.

Acrescentou dois campos à grelha: comentários cartaz ; posicionamento geral.