3.6 Aprovação

Giovanni estava a acabar de se vestir quando o seu computador começou a sinalizar a entrada de uma chamada. Saíu do quarto rapidamente, dirigiu-se ao computador e colocou os auscultadores. Quando premiu a tecla para atender, já a chamada tinha caído.

  • Francesca – disse de si para si.

Num segundo, procurou a sinalética para lhe ligar. Simultaneamente viu que estava a chegar um ‘sms’ que dizia “Giovanni se estás em casa, liga-me.”

  • Já estou a ligar – acabou por deixar soltar quase em surdina.

Francesca atendeu.

  • Pronto!
  • Giovanni! Querias falar comigo?
  • Sim! Já viste os panfletos? Gostaste ou não? – perguntou Francesca, sem esperar pela primeira resposta.
  • Não, não vi. Estão prontos?
  • Bem eu enviei-te um e-mail com aquilo que elaborei. Não divulguei sem primeiro tomar a tua opinião.
  • Estão colocados no nosso circulo? Vou ver.
  • Giovanni, não me estás a ouvir. Enviei tudo para o teu e-mail. Se estiveres de acordo depois disponibilizamos para divulgação.
  • Muito bem. Que gesto tão simpático! Vou examinar e volto a ligar-te.
  • Liga-me se houver alteração. Se estiveres de acordo, envia-me um ‘sms’. Estou com imenso trabalho hoje… Certo?
  • Certo! Chiau. – despediu-se Giovanni. E desligou.

::::::::::§::::::::::

O miradouro estava um pouco escondido, mas Pedro Bacéu tinha razão: a vista era magnífica.

A tarde estava a findar e o brilho do sol poente a bater na água, ao longe, deixava um rasto luminoso que parecia apontar na sua direção.

O declive das terras, acentuado, mesmo escarpado à esquerda e verdejante à direita apresentava um contraste digno de um qualquer fotografo ávido de paisagens únicas.

Pedro esforçava-se por esmiufrar informação sobre a zona e sobre a ilha. Quando finalmente ficou em silêncio, João Miguel suspirou devagarinho e apreciou a beleza do local. Subitamente uma agradável mas estranha sensação de pertença acabou por trazer uma inesperada expressão de leveza ao seu rosto. Pedro Bacéu notou.

  • O efeito da paisagem funcionou. É um bom sinal – pensou.